CUIDADOS BÁSICOS

DE MANUTENÇÃO DE FLAUTAS TRANSVERSAS

 

MONTAGEM E DESMONTAGEM

Mantenha bem limpas as juntas de encaixe dos tubos (pode usar álcool, benzina ou acetona).

NÃO USE GRAXA, VASELINA, SEBO ou similar, embora algumas flautas venham com um potinho de vaselina. Suma com ele.

Ao encaixar o bocal no corpo, segure este pela ponta onde está gravada a marca da flauta, executando movimentos circulares. 

Se entalar, não force, pois pode empenar.

Tente puxar para fora e encaixar de novo. A LIMPEZA É FUNDAMENTAL.

Para o encaixe corpo/pé, segure este pela ponta onde não está gravado nada, sempre

fazendo movimentos circulares.

NÃO SEGURE POR CIMA DOS MECANISMOS. ISTO DESREGULA A FLAUTA.

 

QUANDO NÃO ESTIVER TOCANDO, NOS INTERVALOS

Coloque a flauta sobre qualquer superfície plana, com o mecanismo voltado para cima.

Não deixe uma ponta da flauta para fora da superfície, onde um casaco ou bolsa poderá

enganchar.

Não deixe a flauta sobre CADEIRAS, POLTRONAS, SOFÁS ou CAMAS (a maioria das pessoas não vê a flauta - só vê a cadeira, 

sofá ou cama e se atira com vontade), a menos que você tenha certeza de que só você irá sentar (na cadeira!).

 

QUANDO TERMINAR DE TOCAR

Enxugue por dentro, com o auxílio da varinha e de um pano bem absorvente

(o melhor é um pedaço de fralda de 25x25cm aproximadamente). Enfie por um lado e tire pelo outro,

sempre torcendo NO MESMO SENTIDO. Exceção para o bocal, pois não há risco de o pano ficar preso.

Passe um pano macio  por fora, DE LEVE, cuidando para não esfregar nas sapatilhas, que são muito delicadas

nem agarrar nos mecanismos.

GUARDE A FLAUTA NO ESTOJO, observando a posição original das peças.

NÃO FECHE o estojo imediatamente. Deixe as sapatilhas respirarem uns dez minutos.

 

NUNCA:

 

NUNCA use polidores de qualquer espécie, nem "flanelas mágicas". Tiram o banho (niquelado ou prateado) e destróem a lubrificação. 

Pessoas que suam muito nas mãos devem lavá-las com bastante sabão antes de tocar e, depois de tocar, 

passar um pano POUCO ÚMIDO por fora da flauta e BEM DE LEVE. Deixar secar antes de fechar o estojo.

NUNCA lubrifique os mecanismos nem as juntas de encaixe com qualquer tipo de óleo.

NUNCA tente ajustar os parafusos de regulagem nem a rolha da cabeça.

NUNCA use talco, óleo ou água, se as sapatilhas estiverem agarrando. Isto acontece com os melhores flautistas 

e com as melhores flautas. Ponha um pedaço de guardanapo de papel ou papel higiênico o mais fino que encontrar 

entre a sapatilha e o corpo da flauta e pressione duas ou três vezes, mudando de lugar. NÃO ARRASTE O PAPEL.

NÃO GUARDE A FLAUTA COM PAPEIZINHOS SOB Eb, G#, Dtr e D#tr EM HIPÓTESE ALGUMA.

 

SE HOUVER ALGUM PROBLEMA

Não tente consertar, desamassar nem montar a flauta após uma queda com avaria. 

Procure a orientação de um flautista mais experiente.

Procure um técnico de competência e confiança reconhecidas. Não recorra a "curiosos". 

Um reparo mal feito sempre piora o problema e acaba saindo mais caro.

 

FRANKLIN DA FLAUTA                             tel: (21) 2509 6981 / 3649 6981  

franflau@terra.com.br                                www. franklindaflauta.com/oficina                                                   

Rua Santo Amaro 172/806 – Glória           Rio de Janeiro / RJ  22211-230